e-goi

sábado, 9 de maio de 2009

NÚMEROS DOS GOVERNOS MILITARES NO BRASIL



Tem gente que não vai gostar do que vai ler!

Eles fizeram a maior revolução industrial do séc XX. Pegaram um país com o 45º PIB do mundo, e 21 anos depois, entregaram aos civís o 10º PIB do mundo.

Outras coisinhas que eles fizeram:

- Restabelecimento da autoridade por 21 anos;

- Criação de 13 milhões de empregos;

- A Petrobrás aumentou a produção de 75 mil para 750 mil barris/dia de petróleo;

- Estruturação das grandes construtoras nacionais;

- Crescimento do PIB de 14%;

- Construção de 4 portos e recuperação de outros 20;

- Criação da Eletrobrás;

- Implantação do Programa Nuclear -- Criação da Nuclebrás e subsidiárias;

- Criação da Embratel e Telebrás; antes não havia orelhões nas ruas nem se falava por telefone entre os Estados

- Construção das Usinas Angra I e Angra II;

- Desenvolvimento das Industrias Aeronáutica e Naval (em 1971 o Brasil foi o 2º maior construtor de navios do mundo);

- Implantação do Pró-álcool em 1976 - em 1982, 95% dos carros no país rodavam a álcool;

- Construídas as maiores hidrelétricas do MUNDO: Tucuruí, Ilha Solteira, Jupiá e Itaipú;

- Brutal incremento das exportações, que crescem de 1,5 bilhões de dólares para 37 bilhões; o país ficou menos dependente do café, cujo valor das exportações passa de mais de 60% para menos de 20% do total;

- Rede de rodovias asfaltadas passa de 3mil para 45 mil KM;

- Redução da inflação galopante com a criação da Correção Monetária, sem controle de preços e sem massacre do funcionalismo público;

- Fomento e financimento de pesquisa: CNPq, FINEP e CAPES;

- Aumento dos cursos de mestrado e doutorado;

- INPS, IAPAS, DATAPREV, LBA, FUNABEM (Que no tempo dos militares funcionavam muito bem);

- Criação do FUNRURAL - a previdência para os cidadãos do campo;

- Programa de merenda escolar e alimentação do trabalhador;

- Criação do FGTS, PIS, PASEP;

- Criação da EMBRAPA (70 milhões de toneladas de grãos);

- Duplicação da rodovia Rio-Juiz de Fora e da Via Dutra;

- Criação da EBTU;

- Implementação do Metrô em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Recife e Fortaleza;

- Criação da INFRAERO, proporcionando a criação e modernização dos aeroportos brasileiros (Galeão, Guarulhos, Brasília, Confins, Campinas - Viracopos, Salvador, Manaus);

- Implementação dos Pólos Petroquímicos em São Paulo (Cubatão) e na Bahia (Camaçari);

- Investimentos na prospecção de petróleo no fundo do mar que redundaram na descoberta da bacia de Campos em 1976;

- Construção do Porto de Itaquí e do terminal de minério da Ponta da Madeira na Ilha de S. Luís no Maranhão;

- Construção dos maiores estádios, ginásios, conjuntos aquáticos e complexos desportivos em diversas cidades e universidades do país;

- Promulgação do Estatuto da Terra, com o início da Reforma Agrária pacífica;

- Polícia Federal;

- Código Tributário Nacional;

- Código de Mineração;

- Implantação e desenvolvimento da Zona Franca de Manaus;

- IBDF Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Florestal;

- Conselho Nacional de Poluição Ambiental;

- Reforma do TCU;

- Estatuto do Magistério Superior;

- INDA Instituto de desenvolvimento agrário;

- Criação do banco Central (DEZ64);

- SFH Sistema Financeiro de Habitação;

- BNH Banco Nacional de Habitação;

- Construção de 4 milhões de moradias;

- Regulamentação do 13º salário; O GOVERNO ESTA ACABANDO COM 13 SALARIO

- Banco da Amazônia;

- SUDAM;

- Reforma Administrativa, Agrária, Bancária, Eleitoral, habitacional, Política e Universitária;

- Ferrovia da soja;

- Rede Ferroviária ampliada de 3mil e remodelada para 11 mil KM;

- Frota mercante de 1 para 4 milhões de TDW;

- Corredores de exportações de Vitória, Santos, Paranaguá e Rio Grande;

- Matriculas do ensino superior de 100 mil em 1964 para 1,3 milhões em 1981;

- Mais de 10 milhões de estudantes nas escolas (que eram realmente escolas);

- Estabelecimentos de assistência médico sanitária de 6 para 28 mil;

- Crédito Educativo;

- Projeto RONDON;

- MOBRAL;

- Asfaltamento da rodovia Belém-Brasília;

- Construção da usina hidrelétrica de Boa Esperança no Rio Parnaíba;

- Construção da Ferrovia do Aço (de Belo Horizonte a Volta Redonda);

- Construção da Ponte Rio-Niterói;

- Construção da rodovia Rio-Santos (BR 101); e

- Impediram a implantação de uma "FARC" no Brasil
- Faltaram a Indústria Bélica Brasileira com a criação da ENGESA (projetista, construtora/fabricante e exportadora de muitos dos considerados melhores armamentos do mundo na época de glória) .
- A AVIBRÀS, a EMBRAER (sinsitra até hoje) que pôs a concorrente canadense "BOMBARDIER" no bolso, empresa que é considerada uma das maiores e melhores na área de aviação do mundo.
- Criação e desenvolvimento da IMBEL (indústria de material bélico do brasil). Essa os civis ainda não conseguiram quebrar.
- Criação da CBC (companhia brasileira de cartuchos), que é uma das melhores do mundo e que fornece a munição das FFAA.

Um comentário:

João Guilherme disse...

Fora esses bens que as Forças Armadas fizeram ao país e que foram muito boas para o país mas, o maior benefício que as Forças Armadas fizeram ao país e esse nós não temos como pagar, foi não permitir que o Brasil se tornasse um pais comunista e era o principal objetivo dos guerrilheiros.
Mas não pensem que eles desistiram, não desistiram, só que eles sabem que as Forças Armadas, estão atentas inclusive um General declarou que por aqui eles não passam, se referindo aos comunistas do PT.