e-goi

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Opinião da Marília Gabriela sobre a Dilma

Repassando...

ANTES QUE OS AMANTES E IDÓLATRAS DO PT VENHAM ME CRITICAR, SÓ ESTOU REPASSANDO O QUE ME MANDARAM, E " É A PURA VERDADE" VOCIFERADA POR UMA DAS MULHERES MAIS INTELIGENTES DO PAÍS.

TEM QUE ENGOLIR: NÃO É O ZAGALO, MAS É A SENHORA VERDADE!!!!!!!

Opinião da Marília Gabriela sobre a Dilma

Quem tem medo da "doutora" Dilma?

VOU CONFESSAR: Morro de medo de Dilma Rousseff.

Esse governo que tem muitos acertos, mas a roubalheira do governo do PT e o cinismo descarado de LULA em dizer que não sabia de nada nos mete medo.

Não tenho muitos medos na vida, além dos clássicos: de barata, rato, cobra.
Desses bichos tenho mais medo do que de um leão, um tigre ou um urso, mas de gente não costumo ter medo.

Tomara que nunca me aconteça, mas se um dia for assaltada, acho que vai dar para levar um lero com os assaltantes (espero). Não me apavora andar de noite sozinha na rua e, não tenho medo algum das hamadas "autoridades", só um pouquinho da polícia, mas não muito.

Mas de Dilma não tenho medo; tenho pavor.

Antes de ser candidata, nunca se viu a ministra dar um só sorriso, em nenhuma circunstância. Depois que começou a correr o Brasil com o presidente, apesar do seu grave problema de saúde, Dilma não para de rir, como se a vida tivesse se tornado um paraíso.

Mas essa simpatia tardia não convenceu.

Ela é dura mesmo.

Dilma personifica, para mim, aquele pai autoritário de quem os filhos morrem de medo, aquela diretora de escola que, quando se era chamada em seu gabinete, se ia quase fazendo pipi nas calças, de tanto medo.

Não existe em Dilma um só traço de meiguice, doçura, ternura.

Ela tem filhos, deve ter gasto todo o seu estoque com eles e não sobrou nem um pingo para o resto da humanidade.

Não estou dizendo que ela seja uma pessoa má, pois não a conheço; mas quando ela levanta a sobrancelha, aponta o dedo e fala, com aquela voz de "general da ditadura no quartel", é assustador.

E acho muito corajosa a ex-secretária da Receita Federal Lina Vieira, que enfrentou a ministra afirmando que as duas tiveram o famoso encontro. Uma diz que sim, a outra diz que não, e não vamos esperar que os funcionários do Palácio do Planalto contrariem o que seus superiores disseram que eles deveriam dizer. Sempre poderá surgir do nada um motorista ou um caseiro, mas não queria estar na pele da suave Lina Vieira.

A voz, o olhar e o dedo de Dilma, e a segurança com que ela vocifera "suas verdades", são quase tão apavorantes quanto a voz e o olhar de Collor, quando ele é possuído. Quando se está dizendo a verdade, ministra, não é preciso gritar; nem gritar nem apontar o dedo para ninguém. Isso só faz quem não está com a razão, é elementar.

Lembro de quando Regina Duarte foi para a televisão dizer que tinha medo de Lula; Regina foi criticada, sofreu com o PT encarnando em cima dela - e quando o PT resolve encarnar, sai de baixo. Não lembro exatamente de quê Regina disse que tinha medo -nem se explicitou-, mas de uma maneira geral era medo de um possível governo Lula...

Demorei um pouco para entender o quanto Regina tinha razão.
Hoje estamos numa situação pior, e da qual vai ser difícil sair, pois o PT ocupou toda a máquina, como as tropas de um país que invade outro. Com Dilma seria igual ou pior, mas Deus é grande..

Eles não falaram em 20 anos? Então ainda faltam quase 13, ninguém merece.

Seja bem-vinda, Marina Silva.

Tem muito petista arrependido que vai votar em você e impedir que a mestra sem mestrado, Dilma Rousseff, passe para o segundo turno.

Pode tudo. Só não pode PT, Dilma e alguém da "turma do Lula".

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Chineses compram terras no Brasil

Grupo brasileiro de terras agrícolas será listado na bolsa de Hong Kong





Tom Mitchell e Robert Cookson
Em Hong Kong

Um grupo de desenvolvimento de terras agrícolas apoiado por Jacob Rothschild está esperando se tornar a primeira empresa brasileira listada na bolsa de valores de Hong Kong, após atrair investimentos de alguns dos maiores magnatas do território.

A Agrifirma Brazil compra terras cobertas por vegetação rasteira e as transforma em terras agrícolas. A empresa já levantou US$ 179 milhões até o momento, incluindo investimentos de dois magnatas de Hong Kong –Raymond Kwok e Adrian Fu– e da Lake House, um grupo de investimento.
“Há escassez de terras agrícolas na China”, disse Fu, um empreendedor de hotéis. “Futuramente a China terá que procurar fontes de alimentos no exterior.” A família Kwok controla a Sun Hung Kai Properties, a maior empresa imobiliária de Hong Kong.

Ian Watson, o presidente da Agrifirma Brazil em Londres, disse: “A riqueza dos países em desenvolvimento causará uma alta no preço dos alimentos”.
Ele notou que o Brasil possui 14% dos recursos de água doce do mundo, enquanto as populosas cidades e províncias do norte da China estão perenemente secas. “Quando você exporta agricultura, você exporta água.”
Watson se reuniu na semana passada com bancos de investimento, representantes da bolsa de Hong Kong e fundos soberanos regionais, incluindo a China Investment Corp. No ano passado, a CIC pagou US$ 856 milhões por uma participação acionária de 15% no Noble Group, o trader de commodities de Hong Kong, em um acordo que acentuou a crescente preocupação da China com a segurança alimentar.

A Agrifirma Brazil espera levantar mais US$ 100 milhões a US$ 200 milhões antes de lançar sua oferta pública inicial no próximo ano. “Os mercados atrapalharam um pouco em 2008 e 2009, mas agora estamos prontos para seguir em frente”, disse Charles Brown, o diretor da Lake House, que integra o conselho diretor da Agrifirma.

A Agrifirma Brazil adquiriu 60 mil hectares de terras no Estado da Bahia e planeja aumentar suas terras para 100 mil hectares antes da oferta inicial de ações. A empresa gasta aproximadamente US$ 2.300 para aquisição de um hectare de terra de vegetação rasteira e transformá-la em terra agrícola.


Tradução: George El Khouri Andolfa

domingo, 25 de julho de 2010

Caetano, Gil e Bethânia aderem a Marina Silva

De Bernardo Mello Franco da Folha de S. Paulo

ONG FIND

Porta-voz de temas da moda, como o ambientalismo e o consumo consciente, a senadora Marina Silva (PV-AC) virou a queridinha dos artistas na corrida presidencial.

Ela tem atraído a adesão de estrelas desiludidas com o PT, que não se animam a votar na candidata do presidente Lula, Dilma Rousseff, e rejeitam o PSDB de José Serra.

O movimento, espontâneo, é encabeçado pelos doces bárbaros Caetano Veloso, Gilberto Gil e Maria Bethânia. Em 2002, todos apoiaram Lula contra Serra. Oito anos depois, decidiram “marinar”.

“Marina é novidade com beleza. É disso que artistas gostam”, diz Caetano. “Não dá para ver uma mulher tão elegante, coerente, sincera e honesta e não querer dar-lhe o cargo mais alto”.

Depois de definir a senadora como uma mistura de Lula e Barack Obama, o cantor diz que ela representa a “continuação do amadurecimento político brasileiro”, um passo além de Lula e Fernando Henrique Cardoso.

“Votar em Dilma por lulismo é regressão. Votar em Serra pode representar apreço pela alternância do poder, mas é não querer sair do elenco já dado”, justifica.

Ministro da Cultura de Lula por cinco anos e meio, Gil foi a estrela da festa de lançamento da pré-campanha de Marina, domingo passado.

Cantou, chamou a senadora de “cabocla decidida e dedicada” e afirmou que ela encarna a “dimensão espiritual profunda do nosso povo”. “Meu coração pediu assim”, resumiu ele, filiado ao PV.

VOTO DECLARADO

ONG FIND

Avessa aos palanques, Bethânia quebrou uma tradição para declarar a escolha. “Não escondo de ninguém que meu voto é dela. De Marina e da floresta amazônica”, disse, via assessoria.

Ela já havia indicado a preferência em outubro passado, em entrevista à revista “Bravo”. “Marina me arrebata. É nobre, firme, sóbria e passou pelo governo federal sem se manchar”, disse.

“Jurei que não votaria mais em candidato nenhum, nem do Executivo nem do Legislativo, mas a Marina talvez me anime a voltar atrás.”

A quarta integrante dos Doces Bárbaros, Gal Costa, não respondeu. Em 1989, ela cantou o jingle “Lula-lá” na TV. Hoje, diz uma assessora, prefere não falar de política.

A “onda verde” contagia outros expoentes da MPB, como a cantora Adriana Calcanhoto, que cantou e discursou na festa da pré-campanha em Nova Iguaçu (RJ).

A presença dos artistas indica que Marina deve explorá-los fartamente no horário eleitoral gratuito. Em 2008, o PV usou e abusou de Caetano na campanha de Fernando Gabeira à Prefeitura do Rio. Na reta final, o cantor parecia ocupar mais tempo dos programas que o candidato.

A ausência de Lula, que concorreu nas últimas cinco eleições presidenciais, favorece a migração dos artistas. Mesmo os mais fiéis ao presidente, como Chico Buarque, admitem não sentir grande entusiasmo pela candidata que ele escolheu.

“Vou votar na Dilma porque é a candidata do Lula e eu gosto do Lula. Mas, a Dilma ou o Serra, não haveria muita diferença. Não vai fugir muito do que está sendo traçado aí”, disse, à revista francesa “Brazuca”.

No fim de abril, o maestro Wagner Tiso convidou artistas para um café com Dilma no Rio. O evento foi pouco concorrido. Assinaram a lista de presenças a atriz Cristina Pereira e o sambista Marquinhos de Oswaldo Cruz.

Apesar do crescimento nas pesquisas, a petista enfrenta resistência semelhante no meio acadêmico. Intelectuais que votavam em Lula, como Leandro Konder, Chico de Oliveira e Aziz Ab’Saber, anunciaram apoio a Plínio de Arruda Sampaio (PSOL).

terça-feira, 20 de julho de 2010

Atenção para os novos radares em São Paulo

CET INAUGURA A ERA DO RADAR:

Para quem mora em São Paulo, e também para aqueles que visitam SP, fiquem atentos, pois, o CET inaugura a era de "radares arapucas".

Os radares 'arapucas' agora estão embutidos nos 'guard-rails' !
 

 
Boa sorte a todos
 
Os endereços são:


1) Av. Rio Branco x Av. Duque de Caxias;

2) Av. Brasil x Rua. Veneza;

3) Rua Tabapuã x Rua Dr. Renato Paes Barros;

4) Av. Do Estado x Av. Santos Dumont;

5) Rua Jeroaquara x Rua Clélia;

6) Rua Bom Pastor x Rua dos Patriotas;

7) Av. Francisco Matarazzo x Av. Antártica;

8) Av. Diógenes Rua de Lima x Av. São Gualter;

9) Av. São João x Av. Ipiranga;

10) Av. Brasil x Rua Colômbia;

11) Rua Dr.. Plínio Barreto x Rua Rocha;

12) Rua Rui Barbosa x Rua Conselheiro Carrão;

13) Av. Eusébio Matoso x Rua Bento Frias;

14) Rua Taquari x Rua Catarina Braida;

15) Av. Santo Amaro x Av.Dr. Hélio Pellegrino;

16) Av. Afrânio Peixoto x Rua Alvarenga;

17) Rua Antonio de Barros , altura da Rua Aguapei;

18) Av. Esc. Politécnica, Altura da Ci. Alb. Cavalcanti;

19) Rua Boa Vista, Altura da Rua São Bento;

20) Av. Esc. Politécnica x Rua Waldemar Roberto.

Tambem foram inseridos os radares de pequena dimensão, embutido em vigas de muro de cimento, numa altura de 2,50 a 3,00m., um dos exemplos é o do Laboratório Roche, no começo da pista local da marginal Pinheiros sentido Santo Amaro, a 300 m . de quem vem da Castelo Branco e a 200 m do fim de ponte que vem da Marginal Tietê. Na expressa tem 1 antigo logo depois.

Foram incluídos dois de faixa de pedestres:

1) Av.João Pedro Cardoso em frente ao nº 300 (nos dois sentidos)- Que liga a Tamoios c/ Pedro Bueno );

2) Av. Pedro Bueno , em frente ao nº. 130l (sentido Jab.), 300 metros antes da Lombada Eletrônica;

Veja a lista de locais onde funcionarão radares do tipo LAP, que lêem placas flagram infratores do rodízio:

1) Marginal Tietê, sentido Ayrton Senna, nas proximidades do estádio do Canindé;

2) Avenida dos Bandeirantes, sentido marginal, na altura da Rua Alberti Willo;

3) Marginal Tietê, sentido Castello Branco, após a Ponte Atílio Fontana;

4) Avenida Indianópolis, sentido Ibirapuera, próximo à Alameda dos Sorimãs;

5) Avenida Sena Madureira, sentido Vila Mariana, na altura do nº 1.265;

6) Avenida 23 de Maio, sentido Centro, próximo ao Viaduto Pedroso;

7) Marginal Pinheiros, sentido Interlagos, pista expressa, antes da Ponte do Jaguaré;

8) Avenida Alcântara Machado, em ambos os sentidos, na altura da Rua Placidina;

9) Avenida das Nações Unidas no sentido Castello Branco, na altura do nº 7.163.

Retransmitam, é duro trabalhar para sustentar mais isso!!!!



 

sexta-feira, 16 de julho de 2010

CONSUMO DE COMBUSTÍVEL

CONSUMO DE COMBUSTÍVEL

Vale a pena dar uma lida.

Foi realizado um experimento no Centro de Pesquisas da Petrobras (CENPES), no RJ. Foi um procedimento para levantamento do acréscimo do consumo de gasolina com velas gastas, filtro de ar entupido, pneus murchos, etc.

O carro de testes foi um Uno Fire.

Seguem os resultados:

Velas Gastas

As velas originais foram substituídas por unidades com 20.000 km rodados em outro motor idêntico, mas que jamais haviam sido limpas nem reguladas. Estavam com abertura menor que a especificada. Acréscimo de consumo: 7,49%

Filtro de ar obstruído

O filtro de ar original foi trocado por outro que rodara também 20.000km em outro carro igual, sem jamais ter sido limpo. Acréscimo de consumo: 6,20%

Rodagem em "banguela"

Todos os testes foram efetuados em dinamômetro. Foi simulada a rodagem em descidas com o carro engrenado e desengrenado. Em carros com injeção eletrônica o consumo em "banguela" é ligeiramente maior que engrenado. Acréscimo de consumo: 5,19%

Pneus murchos

Esa é para quem tem preguiça de medir a pressão dos pneus uma vez por semana, ou quando o tempo esfria. Foi feita a avaliação com 6 libras a menos em cada pneu (e pensar que tem gente que roda com 10 libras a menos). Acréscimo de consumo: 17,80%

Janelas abertas

Esse teste não foi em dinamômetro (obviamente), por isso o resultado não pode ser comparado diretamente com os demais, mas serve como referência. O carro rodou em pista plana, em velocidade constante, com as duas janelas totalmente abertas. Acréscimo de consumo: 9,35%

Carro com 4 passageiros

Simulou-se o peso de mais 3 passageiros (225kg). Claro que é melhor rodarem 4 pessoas em um Uno do que 4 pessoas em 4 carros separados. Mas isso serve para aqueles que "esquecem" a tralha da pescaria no porta-malas, ou que carregam uma baita caixa de ferramentas no porta-malas. Acréscimo de consumo: 10,80%

Tudo junto

Esse teste foi feito por curiosidade, não fazia parte do experimento. Primeiro rodei sozinho pelo CENPES, com uma bureta presa na janela do passageiro e ligada diretamente na bomba elétrica. Depois, instalamos as velas gastas, o filtro sujo, esvaziamos os pneus em 6 libras, entramos em 4 no carro e abrimos as 4 janelas. Saímos passeando por dentro do CENPES, mais ou menos pelo mesmo circuito.

Acréscimo de consumo: impressionantes 44,41% !!

É isso aí! Agora o pessoal que fica na dúvida porque seu carro faz 8 km/l enquanto o do vizinho faz 11 já pode fazer sua avaliação.

Atenciosamente,

Ricardo

PETROBRAS - Gás e Energia

Calibre os pneus toda a semana
 



Cadastre-se no WiBi - O Buscador que dá Prêmios
WiBi - O Buscador que dá Prêmios

terça-feira, 13 de julho de 2010

Obstaculos para se Construir Familias Saudaveis

1) - A Imoralidade - está presente em todos os cantos da socidade. Homens, mulheres, jovens, idosos, adolescentes e crianças são afetados pela imoralidade de forma consciente e inconsciente. A imoralidade entra e acha abrigo nos corações de forma sorrateira, como numa cena de novela ou atraves de uma música.

2) - O Consumismo - as famílas são levadas a se comprometerem financeiramente para ter coisas. Com isso, todos ficam envolvidos em ganhar mais para comprar mais, tirando tempo do convívio familiar.

3) - O Secularismo - cada vez mais as pessoas e as instituições se esquecem de Deus. A família não fica fora desse mal que afeta a sociedade hoje. Em muitas familias Deus não é lembrado, não é reverenciado e nem adorado.
Como famílias cristãs devemos estar atentos e verificar se estamos abrigando em nossos lares esses e tantos males que tiram a saúde das relações conjugais e familiares.

Fonte: http://ibaji.net/