e-goi

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Novo Spray para ejaculação precoce já existe no Brasil!

Novo Spray para ejaculação precoce já existe no Brasil!



Visite o meu Espaço na Rede Natura e boas compras!
rede.natura.net/espaco/CHIKOSA



A presente inovação terapêutica tem como por objetivo instituir uma nova modalidade de tratamento clínico não invasivo para a ejaculação precoce. Esta nova modalidade é mais eficiente do que as atuais, não por utilizar uma nova droga, mas sim uma nova associação farmacêutica. Além disso, a maneira de se administrar esta combinação é superior ao tratamento convencional. Atualmente o tratamento oral da Ejaculação Precoce é feito, com as medicações chamadas antidepressivas (clomipramina, paroxetina, fluoxetina, entre outras) que já tem sua eficácia comprovada por diversos estudos e ensaios clínicos, apesar de seus efeitos colaterais. Essas medicações já são de amplo conhecimento da comunidade científica mundial e aprovado por órgãos nacionais e internacionais fiscalizadores como a Anvisa e o FDA. Todas elas são usadas na forma de comprimidos ou cápsulas, por via oral. Existe atualmente no mercado alguns sprays contendo estes anti-depressivos, mas sua eficácia é discreta. O novo spray em nada se parece com estes mais antigos já usados em algumas clínicas.

EFEITOS COLATERAIS DO TRATAMENTO CONVENCIONAL


Os comprimidos e cápsulas usados por via oral para tratar a ejaculação rápida possuem alto índice de efeitos colaterais, por possuírem alta concentração química, pois todas elas antes de serem absorvidas pelo organismo, sofrem um intenso metabolismo e inativação. Ao serem absorvidas pelo trato gastro-intestinal e passarem pelo fígado, ocorre destruição de até 90% da droga administrada. Ou seja, estes fármacos têm que ser dados em alta concentração, para que pouca parte deste atinja a circulação interna e os sítios de atuação. Portanto esta via acaba sendo dispendiosa do ponto de vista fisiológico, sem falar que pode haver sobrecarga hepática, que atua como um filtro, barrando a maior parte destes fármacos.
Grande parte dos pacientes que utilizam estas medicações para ejaculação precoce sentem efeitos colaterais devido a este excesso de droga presentes nos comprimidos atuais. Sonolência, fraqueza, zumbidos, cefaléias, taquicardia, distúrbios visuais, entre outros, são muito comuns. Principalmente em disfunções leves, moderadas ou psicológicas, não há necessidade de se usar tanta droga. No entanto ao tentarmos diminuir a quantidade pra minimizar efeitos adversos, toda esta já será metabolizada antes de chegar à corrente sanguínea.
A via oral tradicional também sofre muitas alterações dependendo dos alimentos que foram ingeridos ou eventuais distúrbios gastro-intestinais presentes.
Tendo em vista esta limitaçao ao uso de drogas orais, por uma via que ocorre uma perda de grande parte do princípio ativo foi desenvolvida uma nova modalidade de administraçao destas drogas.
Estas medicações foram solubilizadas numa solução, com veículo apropriado, dentro de um frasco de recipiente sob pressão. Esse recipiente, tipo spray, ao ser acionado libera as medicações na forma de micro-partículas de aerossol. Essas micropartículas tem a capacidade de serem absorvidas diretamente pelos numerosos vasos sanguíneos e capilares presentes em toda mucosa interna da boca. As mucosas jugal, das bochechas, do palato e principalmente sublingual, devido à sua intensa vascularizaçao já são bem conhecidas como vias de absorção de fármacos.
O novo spray produz o aerossol que amplifica essa absorção, tanto por aumentar a superfície de contato da droga devido às milhões de micro-partículas liberadas. Ao diminuir o tamanho das partículas para que estas penetrem pelos capilares e por dispersar-se em toda mucosa oral, ricamente vascularizada, o fármaco se potencializa. Ao penetrarem por estes capilares, a medicação cai diretamente na corrente sanguínea pelas veias jugulares e cavas superiores, indo diretamente ao coração e consequentemente bombeadas para todos os sítios de atuação no organismo. Evita-se assim o metabolismo de primeira passagem, preservando, quase na totalidade grande parte das drogas. Usa-se assim, menos princípio ativo, tornando o tratamento mais natural, sem efeitos colaterais pois as drogas são utilizadas em sub-doses por não sofrerem o desnecessário metabolismo hepático. Esta modalidade de absorção é muito mais rápida e consequentemente o fármaco inicia mais rapidamente sua ação de atrasar a ejaculação.
No tratamento convencional 45 dias são necessários para se observar uma resposta terapêutica. Nesta nova modalidade, com o novo spray para tratamento de ejaculação rápida, em 7 dias já se tem uma resposta acentuada. A praticidade e discrição também é maior pois é possível num pequeno frasco discreto de novo spray de 10ml, levar o tratamento de meses, devido ao fato de cada frasco poder liberar até 100 jatos de medicação (0,1 a 0,15ml por jato). Carregar cartelas de medicação na carteira se tornará obsoleto. Além do mais, por conter aromas diversos, como de menta, pode se alegar que o spray é para uso diverso, como para melhorar o hálito e não haverá necessidade de esconder as cartelas de eventuais parceiro(a)s.

O NOVO TRATAMENTO PARA EJACULAÇÃO PRECOCE

O intuito é divulgar esta pioneira modalidade de uso para medicações para o tratamento da ejaculação precoce. Mais eficaz, econômico, discreto e moderno, o uso deste novo spray de micropartículas em aerossol, para absorção na mucosa oral é uma modalidade inovadora e revolucionária. As características anatômicas e fisiológicas desta região do corpo humano permitem esse melhor aproveitamento, sendo potencializado com um veículo carreador muito potente. O tratamento por via oral tradicional ficará oneroso e obsoleto. O novo spray de aerossol, caracterizado pelo fato de liberar milhões de micropartículas de fármacos, numa região altamente vascularizada e estes serem absorvidas diretamente pela circulação sistêmica e fazer o efeito desejado com até 5% da dose preconizada pelos comprimidos é inovador. Seria como dividir um comprimido em vinte partes iguais e este continuar produzindo o efeito terapêutico. Temos que atentar para o fato que este tratamento só é possível pelo fato das drogas utilizadas penetrarem com mais intensidade na mucosa devido a um veículo transportador específico, utilizado na formulação. A originalidade é clara, pois não há no mercado nacional ou internacional a modalidade terapêutica para EP, com micropartículas de aerossol para absorção na mucosa oral em veículo diferenciado e com a associação de drogas que utilizamos. Estes fármacos podem ser combinados, na forma desta solução para spray, com outras substâncias reconhecidas para o tratamento da EP.

RESUMO

O novo spray de liberação de micropartículas de fármacos para ejaculação precoce é inovador. Prático, moderno e revolucionário, quebra o paradigma do uso de comprimidos para a depressão para tratar esta disfunção sexual. Devido às caracterísitcas físico-químicas que adquirem seus componentes, estes tornam-se mais potentes, com maior qualidade no uso dos fármacos e sem efeitos adversos. Associado com sua excelente penetração, devido a uma formulação exclusiva, numa mucosa extremamente vascularizada, explica sua funcionalidade.
Para saber mais sobre este assunto consulte com a equipe médica especializada nesta área, pioneira desta modalidade de tratamento e com experiência de centenas de pacientes tratados:
Dr. Luis Henrique Leonardo Pereira, CRM 113703.
Fonte: (www.sexoclin.com)

Nenhum comentário: